O Perfume Jean Paul Gaultier Scandal Collector Eau de Parfum foi feito especilamente para a mulher livre e forte, que não segue as regras!
De dia, nossa Ministra é muito séria, com a mente em seus arquivos. De noite, Madame Ministra é uma coruja noturna excitável, bronzeada, que tem seus "próprios arquivos noturnos" em atividade, e não debaixo de seus braços. Dois mundos que poderiam ter permanecido separados... até o dia em que os paparazzi tiraram uma foto que invadiu as redes sociais... Escândalo!
A forma deste Scandal expressa alegria. Os frascos de Gaultier eram bustos; agora, são pernas! Este par de pernas nos lembra com que alegria se mergulha em Paris à noite.
O coração desta fragrância é sobre a vida. Durante o dia, é um mel gourmet refrescante que cheira como gardênia e laranja sanguínea, quase infantil. À noite, é um mel sensual e sedutor misturado com patchuli. A perfumista, Daphne Bugey (junto com Fabrice Pellegrin e Christophe Raynaud), tinha um pensamento em mente: criar uma fragrância que pudesse representar inteiramente. Para os três, a resposta foi Scandal.


Um perfume de escândalo que também representa muito bem... Jean Paul Gaultier!

Família Olfativa: Chipre, Gourmand.
Notas de Topo: Laranja sanguínea e Gardênia.
Notas de Corpo: Mel.
Notas de Fundo: Patchouli.